quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Manobra de Valsalva

       A manobra de Valsalva (criada pelo médico italiano Antonio María Valsalva) é qualquer tentativa de exalar ar com a glote fechada ou com a boca e o nariz fechadas. Conhece-se também como teste de Valsalva ou método de Valsalva. A intenção inicial de Valsalva era criar uma forma de expulsar o pus do ouvido médio.
Uma Valsalva efetuada com a glotis fechada tem como resultado um drástico aumento da pressão dentro da cavidade torácica, a parte do tórax que engloba aos pulmões e ao coração. Em uma expiração normal, o diafragma se relacha, ascendendo para a cavidade torácica, fazendo com que aumente a pressão no interior dos pulmões e o ar sai expelido. Desta forma, com a glotis fechada o ar não pode escapar e aumenta a pressão na cavidade torácica até que o ar é expulso ou se volta a relachar o diafragma. Como efeito, se reduz o fluxo sanguíneo dentro da cavidade torácica, especialmente nas veias próximas ao atrio direito do coração.

A manobra de Valsalva usa-se como técnica para igualar as pressões interna e externa nas pratica do mergulho e nos passageiros dos aviões para evitar barotraumas e moléstias no interior de seus ouvidos quando varia a pressão externa.  Para aplicar pressão na trompas de Eustáquio, o mais comum é fechar o nariz com os dedos, fechar a boca e tentar exalar com força. Esta técnica funciona ao aumentar a pressão na garganta, de forma que uma pequena quantidade de ar se move para os ouvidos através das trompas de Eustaquio, que ligam ambas zonas. Ademais, aumenta-se a pressão intratorácica.

A gente faz manobras de Valsalva involuntariamente e sem dar-se conta quando enche um balão ou uma bola ou quando faz força ao defecar. O aumento da força torácicoabdominal também se dá ao tossir, comer, engolir.Pode-se usar também a manobra para detecção de hérnias na região abdominal e torácica. Com o aumento da pressão interna, a região da herniação irá se evidenciar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário